October 31, 2008

Esta Bienal… reflete a arte contemporânea? Por Aracy Amaral

O que é o “espaço vazio” da Bienal? Prédios e habitações vazias em nossos tempos são um convite certo à “invasão”. Se não ocorre “ocupação”, vamos ocupá-los. Assim pensaram visitantes de um museu, cujo diretor, na década de 80, deixou o espaço vago para motivar a população, numa cidade no sul da França, a ocupá-lo com objetos e obras que traziam de casa. Mas acontece que hoje vivemos em tempos bem mais agressivos.

Leia na íntegra o artigo da crítica e curadora paulistana Aracy Amaral sobre a 28ª Bienal de Artes (O Estado de São Paulo, 31/10/2008): Esta Bienal… reflete a arte contemporânea? – Arte & Lazer – Estadão.com.br

October 30, 2008

brasil_cuba

Relato da experiência recente da midia-ativista e criativa Tati Wells (não vou chamá-la de artista por que talvez ela não goste) em Cuba, onde foi para fazer trabalhos de ajuda humanitária e cultura.  O relato é um alerta, apesar de não trazer grandes novidades.

“Em setembro de 2008 passei quase 40 dias em Cuba. A minha primeira noite foi na casa de Liz & Jac que conheci através do projeto desislaciones, de rosa. Foi nessa casa que tive os primeiros contatos com a realidade de Cuba. No dia seguinte à minha chegada, ao passear com Jac no Malecón, um guarda nos pára pedindo identificação. A noite já não podia mais dormir em sua casa pois havia perigo de aparecer alguma força policial atrás deles e de mim, já que receber visita na casa de um cubano é ilegal, mesmo um parente. Foi nesse incidente inicial que percebi a bolha em que estava, a paradoxal Cuba, terra de revolução e de vigilância, de utopismos e controle social, de comunismo e ilegalidade, de analfabetismo proibido, casa para todos, cultura de ponta e crise alimentar.

Durante a convivência com Liz & Jac também fiquei sabendo da censura à trabalhos e conversamos sobre a dificuldade de uma colaboração sobre arte e tecnologia em um contexto tecnológico praticamente inexistente – onde peças são caríssimas e impossívels de achar (se você não pede a alguém que venha de fora sujeitando-se a pagar as altíssimas taxas alfandegárias e tendo como risco a perda do mesmo). Justamente por esta razão, não instalamos linux na mimosinha que tinham em casa, não havia memória suficiente. A internet é proibida nas casas pessoais e apenas 3 ou 4 espaços públicos em toda cidade de Havana dispõem do caríssimo acesso (por volta de 7 dolares a hora por uma conexão lentíssima). Todos os meios de comunicação são estatais e pertencem ao Partido Comunista, jornais culturais alternativos duram no máximo 2 anos (como uma experiência de suplemento artístico que Jac e Liz fizeram)  e a comunicação por computadores se resume a uma grande Intranet de e-mails compartilhados por professores, educadores, médicos etc, que dividem algumas informações previamente escolhidas pelo “grande servidor”.

Em uma oficina de 3 dias e mais outros esforços pessoais em diferentes espaços e ocasiões, fizemos uma proposta de projeto em comum, que une a obsolescência tecnológica brasileira que a cada ano renova sua imensa máquina estatal por exemplo, à expertise dos recicladores cubanos (cacharreros) que re-aproveitam todo material existente, preservando maquinário, móveis e residências centenárias em meio à precariedade de suas condições. O trabalho em software livre realizado por brasileiros e brasileiras também têm muito a contribuir com o contexto contra-hegemônico cubano. Vamos ver se é possível dar continuidade à colaboração. Idéias são mais do que bem-vindas!”

O texto com fotos está em: http://midiatatica.info/desislaciones_brasil_cuba.html

October 27, 2008

CONSERVAS

CONSERVAS
ARTE QUE FUNCIONA. Arte, política y otros excesos. Espacio cambiante para la creación, el intercambio, las conexiones, la experimentación, el aprendizaje y la transformación en general. Conservas es también una compañía de teatro e intervención. Conservas produce acciones, media-acciones y otras herramientas. Conservas es, por último, un festival bienal que nos permite ver y repensar lo que está pasando. Conservas no es un placebo cultural.

October 22, 2008

Festival HTTPSOM

Estão abertas as inscrições para mais um festival on-line do Instituto Sergio Motta! O HTTPSOM é um festival de música realizado com canal de inscrições no MySpace. É um projeto do Instituto Sergio Motta e da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, realizado em parceria com o Itaú Cultural, que objetiva dar visibilidade a músicos brasileiros e celebra as novas condições de circulação de conteúdo musical na Internet.

+ info em Festival HTTPSOM

October 20, 2008

História das coisas – Versão brasileira

Noventa e nove porcento das coisas que adquirimos se transformam em lixo em 6 meses… Já ouviu falar em obsolescência planejada dos bens de consumo? Pois é… estas e muitas outras informações a respeito de nosso sistema econômico e social em crise estão neste breve e claríssimo vídeo, agora dublado pela organização Permacultura. Perturbador e imperdível.
História das coisas – Versão brasileira

October 13, 2008

Arquiteturismo / Portal Vitruvius

Arquiteturismo / Portal Vitruvius
Arte, meio urbano e uma cidade do interior. Esse foi o contexto que orientou a intervenção artística elaborada pelo grupo Pparalelo de Arte Contemporânea para o Dia Internacional Sem Carro 2008. A escolha que inaugurou o projeto, feita a dedo, os levou à cidade de Limeira SP, centro urbano que até então não tinha aderido oficialmente a essa comemoração.

No Vitruvius  portal de Arquitetura, Urbanismo, Arte e Cultura.

October 6, 2008

FUNDACIÓN JOSÉ GARCÍA JIMÉNEZ LANZA EL III CONCURSO DE CREACIÓN ARTÍSTICA

BASES

1.Podrán participar todos los artistas que lo deseen, con independencia de su residencia o nacionalidad, siempre que se atengan a las bases de la presente convocatoria.

2.Cada artista podrá presentar una sola obra original, con completa libertad de técnica, tendencia y soporte.

+ info: Se abre la convocatoria del III Concurso de Creación Artística